Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Cerca de 1100 a.C., os hipogeus dos faraós foram saqueados. Apanhados em flagrante, os ladrões conseguiram, porém, escapar ao castigo, porque, naqueles tempos conturbados, o caso foi objeto de rivalidades entre dois administradores da província de Tebas – o da margem direita e o da margem esquerda do Nilo.

plundering-pharaoh-theban-tomb-robbers-ken-welsh.j

Depois disto, não houve castigos nem torturas que conseguissem evitar o saque dos túmulos reais. Mas foi a estes antigos gatunos que Gaston Maspéro, arqueólogo francês, ficou a dever a descoberta das múmias da 21ª dinastia: em 1881, foi conduzido por um beduíno ao local onde se encontravam enterradas.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D