Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Inês de Castro foi assassinada em 1355 e depois de morta foi rainha. D. Pedro I fez com que o cadáver da bela galega fosse solenemente coroado e, segundo as lendas, obrigou os nobres a efetuar a cerimónia do beija-mão. Assim, o monarca português vingou-se de D. Afonso IV, seu pai, responsável pelo assassinato de Inês de Castro.

A_Painting_of_the_Corps_a.jpg

Segundo o gago e caprichoso rei D. Pedro, os amantes casaram-se em Bragança um ano antes de Inês ter sido friamente executada. Dado o casamento, que realmente aconteceu, Inês de Castro tornou-se rainha póstuma de Portugal, pois em vida da mesma o anterior monarca, D. Afonso, nunca teria concordado com o matrimónio.

Autoria e outros dados (tags, etc)




calendário

Dezembro 2018

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D