Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




A maior parte das provas que apoiam a noção da deriva continental proveio de estudos da Cordilheira Média do Atlântico. Curvando-se para sul a partir da Islândia como uma costura gigantesca, esta cordilheira submarina assinala a fronteira entre placas crustais confinantes, como acontece com cordilheiras semelhantes sob os outros oceanos.

A-formação-dos-continentes-e-das-grandes-estrutu

Estas cordilheiras oceânicas são zonas vulcânicas por excelência. Ao longo delas ascende constantemente material ígneo procedente do interior da Terra, que se solidifica tornando-se parte do fundo oceânico.

 

À medida que novo material ígneo ascende e se une aos bordos das placas crustais de ambos os lados da cordilheira, o fundo oceânico expande-se lentamente para o exterior a partir desta.

 

Com efeito, ao ascenderem ao longo da Cordilheira Média, as rochas mais recentes empurram para o lado as rochas mais antigas.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D