Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Não obstante uma velha crença em contrário, quase todos os raios atingem o mesmo lugar não apenas uma, mas várias vezes. O que nós percebemos como um relâmpago é na realidade uma sucessão de descargas que percorrem o mesmo trajeto no céu. Só que a sequência integral de descargas se completa tão rapidamente que a percebemos como um único clarão.

5.jpg

Além do mais, a carga elétrica que se acumula no solo sob uma tempestade concentra-se nos objetos mais elevados, que atraem, consequentemente, as descargas preliminares. Assim, as árvores e os edifícios altos são, com efeito, frequentemente atingidos mais do que uma vez pelos raios.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D