Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




É interessante notar que todos os notáveis sportinguistas que hoje espalham na praça pública o ódio ao ex-presidente Bruno de Carvalho estavam na primeira linha de defesa às críticas da Imprensa há apenas alguns meses atrás. O que mudou?

naom_575352777dfe7.jpg

É preciso referir que os croquetes não têm os altos superiores interesses do Sporting Clube de Portugal como guia da sua atuação mediática. O objetivo é destruir quem tem o poder, para que eles próprios o possam obter. Nesse caso, porque não atacavam Bruno de Carvalho antes do post de Madrid?

 

A razão é porque nessa altura, antes da propaganda negativa da CMTV, Bruno de Carvalho tinha o apoio público de todos os sportinguistas, principalmente dos anónimos. Por causa disso, os croquetes não queriam atacar o presidente, para não ficarem isolados. No entanto, sempre odiaram Bruno de Carvalho, porque ele tinha o poder efetivo e principalmente porque era amado pela generalidade dos sportinguistas.

 

O que aconteceu foi que os croquetes aproveitaram um post infeliz do presidente e passaram a atacá-lo, porque sentirem que o mesmo tinha aparentemente perdido o apoio da massa associativa sportinguista. É tudo uma questão de poder, é tudo uma questão de que existem mais notáveis do que tachos para os mesmos.

 

Os sportinguistas que não se enganem: se Bruno de Carvalho não for eleito presidente a 8 de setembro, o próximo presidente passará pela mesma situação que este passou. Isto porque os croquetes não admitem que ninguém tenha poder, isto porque os notáveis querem todos tacho mas os mesmos não chegam para todos.

 

Bem lá no fundo, os croquetes não estavam com Bruno de Carvalho. Eles apenas o apoiavam porque não queriam ficar isolados, apenas o apoiavam porque a massa associativa estava com o presidente a 100%. Os notáveis só querem poder e tacho, nada mais do que isso!

Autoria e outros dados (tags, etc)




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D