Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Situado no centro do país, numa encruzilhada de caminhos e pontos de passagem entre o norte e o sul, o concelho de Coimbra encontra-se disperso por um território marcado por montes, encostas e vales férteis. Um dos seus símbolos maiores é, desde há vários séculos, a universidade. Na cidade sede de município, o seu peso é esmagador. O comércio e os serviços são aqui predominantes, em contraste com a indústria.

Coimbra.jpg

Durante a ocupação romana, Coimbra conheceu um desenvolvimento notável. O período romano é fértil em legados históricos, entre os quais se conta a ponte sobre o Mondego. A povoação chamava-se Aeminium e era um dos mais florescentes "oppida" do ocidente da Hispânia. Devia ocupar apenas a parte superior da colina da universidade, onde se situava o fórum, sobre um enorme criptopórtico, ainda conservado, e por onde passava a via Olissipo-Bracara Augusta.

 

Após a destruição de Conímbriga pelos suevos, em 468, Aeminium tornou-se capital da região. No século VI, ascendeu a sede do bispado de Conímbriga, nome como passou a ser conhecida.

 

Devido à sua posição geográfica privilegiada, foi um importante entreposto comercial entre o sul, islâmico, e o norte, cristão. Em 1064, seria definitivamente reconquistada aos árabes. Nos inícios da nacionalidade, viu-se transformada em capital do reino. Os reis D. Afonso Henriques, D. Sancho I, D. Afonso II e D. Sancho II tiveram ali os seus paços reais.

 

No século XII, Coimbra apresentava já uma estrutura urbana característica de outras cidades portuguesas localizadas em sítios alcandorados: a cidade alta, intramuros, designada por Alta ou Almedina, onde viviam os aristocratas, os clérigos e, mais tarde, os estudantes, e os bairros ribeirinhos, do arrabalde, a baixa.

 

A universidade nasceu através do pergaminho "Scientiani Thesaurus Mirabilis", pelo qual o rei D. Dinis criou, em 1290, os Estudos Gerais em Lisboa. Este diploma régio marcou a criação da primeira escola universitária do país e uma das mais antigas da Europa. De meados do século XVI a meados do século XX, a história da cidade girou sempre em torno da sua universidade.

 

Só no século XIX a urbe rompeu de vez com o seu casco muralhado, crescendo pelas cumeadas e ao longo dos vales. Neste século de grandes transformações, Coimbra assistiu à implantação do ensino laico, à supressão dos conventos e encerramento dos colégios e ao nascimento das repúblicas estudantis.

 

No complexo universitário estão localizados alguns dos mais preciosos tesouros da universidade, como a Biblioteca Joanina, considerada monumento nacional, a capela de São Miguel, a Via Latina, a Sala dos Capelos, a Reitoria, a Porta Férrea e o Arquivo, espécie de repositório de quase toda a documentação universitária.

Autoria e outros dados (tags, etc)

O Google Doodle desta sexta-feira celebra a vida e o legado da estrela britânica Evelyn Dove, uma cantora, pianista e atriz classicamente treinada, conhecida por seus vocais poderosos e imagem glamorosa. Dove tornou-se a primeira cantora negra da BBC Radio, abrindo portas para mulheres de cor na indústria do entretenimento.

ed.jpg

Nascida em Londres, em 1902, Dove era filha de Francis Dove, um advogado e empresário de sucesso da Serra Leoa e sua esposa inglesa, Augusta. Atraída para as artes do espectáculo, Evelyn estudou voz, piano e elocução na Royal Academy of Music, graduando-se com uma medalha de prata em 1919.

 

Apesar da sua excelente voz contralto, ela achou difícil entrar na cena da música clássica como uma mulher de mestiça, então apresentou-se em shows de cabaré e jazz por toda a cidade de Londres. Ela também tornou-se membro da Southern Syncopated Orchestra, um grupo formado por músicos das Índias Ocidentais e africanos que foram convidados a se apresentar no Palácio de Buckingham.

 

Em meados da década de 1920, Dove cantou com os jazz do Black como os Chocolate Kiddies, ganhando exposição mundial. Ela apresentou-se em todo o mundo, da Rússia ao Harlem e Bombay, e até mesmo substituiu Josephine Baker no Cassino de Paris.

 

A partir de 1939, Dove gravou o Serenade da rádio BBC em sépia, juntamente com o cantor folk de Trindade, Edric Connor. A série continuou por uma década, tornando-se um popular programa de TV. Mais tarde, ela estrelou em uma produção de 1958 no West End de Simply Heavenly, de Langston Hughes.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Além da igreja matriz, merece uma visita o Palácio dos Condes do Ameal, situado no Vale de Santo António, em Coimbra. Ali se encontram belos quadros, faianças e pratas, bem como uma valiosa e rara biblioteca.

2065514998.jpg

É igualmente de salientar a pequena capela de Nossa Senhora da Alegria, numa zona sobranceira à aldeia com uma vista deslumbrante sobre várias povoações e campos. Encontram-se ainda na freguesia o lagar e a fonte dos Reis, esta restaurada há alguns anos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Consagrada a São Justo, a igreja matriz é um dos mais notáveis exemplares arquitetónicos da freguesia do Ameal (Coimbra). Parte da construção data da primeira metade do século XVI, tendo sido alvo de modificações no século seguinte.

ameal.JPG

Já no século XIX sofreu obras de restauro. Na frontaria, conserva-se a porta manuelina original e, no interior, os retábulos são setecentistas. A torre sineira foi erguida posteriormente.

Autoria e outros dados (tags, etc)

O Museu de Arte Sacra de Coimbra guarda peças como um gomil e um prato de prata com as armas reais do século XVI, do ourives Luís Gonçalves. Na pintura destaca-se um quadro de Simões Rodrigues, enquanto na escultura sobressai uma de madeira de Nossa Senhora da Conceição, do século XVIII. O museu localiza-se na freguesia de Almedina.

Autoria e outros dados (tags, etc)



calendário

Janeiro 2019

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D