Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Episódio naval da chamada Guerra do Pacífico, mantida por Espanha contra o Peru e o Chile, na qual a esquadra espanhola, comandada por Méndez Núñez, que ficou ferido na contenda, trocou fogo durante cinco horas com a praça fortificada de Callao (2 de maio de 1866) até silenciar as baterias defensoras.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Político boliviano (1831-1874), nasceu em La Paz. Nomeado presidente em 1873, procurou negociar um empréstimo que resolvesse as dificuldades financeiras do país, tendo esbarrado com a oposição do Parlamento. A sua já debilitada saúde não resistiu a este contratempo, levando-o à morte. Deixou o governo entregue a Frias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pintor italiano (1731-1818), nasceu em Roma e instalou-se em Varsóvia, onde gozou do favor real, tendo inclusive sido pintor do monarca Estanislau-Auguste Poniatowski. São notáveis os seus murais existentes no Castelo e na Catedral de Varsóvia.

Autoria e outros dados (tags, etc)

O Google Doodle desta terça-feira, dia 4 de junho, celebra os 50 anos da Celebração do Orgulho LGBT, levando-nos ao longo de cinco décadas de história da Parada LGBT. Neste artigo, Nate Swinehart, criador do doodle animado, partilha mais sobre o desenvolvimento das imagens, bem como o que o projeto significa para ele.

parada_-1024x683-1024x585.jpg

A Parada do Orgulho é um símbolo de celebração e libertação para toda a comunidade LGBT. Desde os primórdios do ativismo em Christopher Street, na cidade de Nova Iorque, até às comemorações mundiais de hoje, ela deu poder e voz a uma comunidade vibrante.

 

Ao comemorar os 50 anos do Orgulho LGBT, a minha colega de trabalho Cynthia Cheng teve a ideia de descrever o desfile e mostrar como ele cresceu em tamanho e dinâmica ao longo das décadas.

Inspirado por este conceito, comecei a explorar diferentes estilos que pudessem capturar completamente o sentimento de um desfile crescente e relacionar-se com todos que fazem parte dele. Depois de várias experiências, tive a ideia de usar tiras de papel cortado para representar as pessoas e o cenário.

 

O papel é plano e simples por natureza, mas adicionando várias camadas de profundidade ao longo das imagens, eu poderia mostrar o crescimento da comunidade ao longo do tempo. A cor também desempenhou um papel enorme no conceito, pois eu queria retratar a vibração e a energia da comunidade. Enquanto tudo começa com tons de cinza, primeiro vemos o arco-íris através de um espaço comunitário. A cor começa a espalhar-se, primeiro em pessoas individuais, depois na cidade ao seu redor, até que finalmente ultrapassa toda a composição. Eu também queria que a progressão da cor fosse significativa, começando com o triângulo rosa inicial que foi reivindicado pela comunidade como um símbolo de libertação. De lá, nós vamos para trás através do arco-íris de roxo para vermelho, até vermos todas as cores se juntarem harmoniosamente na imagem final.

Trabalhar neste Google Doodle foi um projeto muito pessoal para mim. Como membro da comunidade LBGT, estou muito familiarizado com a luta de sentir-me incluído, que sou uma "parte" deste mundo. Antes de entrar para a Google em 2014, lembro-me de abrir a página inicial do Google para ver um Doodle comemorando as Olimpíadas de Inverno, mostrando as cores da bandeira do Orgulho. Eu fiquei completamente encantado. Olhando para a primeira página do Google, eu estava cheio de esperança e de um sentimento de pertença. Esse momento foi uma grande parte da razão porque me tornei um Doodler. Reconheci a oportunidade que temos de causar um impacto positivo no mundo e ajudar as pessoas a se sentirem vistas, ouvidas e valorizadas.

 

Eu tenho testemunhado o avanço civilizacional ao longo das décadas, e hoje muitos de nós celebram um nível de liberdade que eu não poderia ter imaginado nos meus sonhos mais loucos enquanto eu estava crescendo. Estou esperançoso para o futuro e um dia em que todos, independentemente da sua identificação, possam ficar em pé e marchar orgulhosamente em comemoração. Orgulho feliz!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Na história da independência argentina, ação na qual o general Belgrano derrotou na cidade de Tucumán (24-26 de setembro de 1812) os realistas peruanos comandados pelo espanhol Pío Tristán. Na mesma localidade, o Congresso Geral Constituinte proclamou quatro anos mais tarde (9 de julho de 1816) a independência da República Argentina.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D