Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Rei de Espanha, filho de Filipe IV e de Mariana de Áustria, nasceu em Madrid em 1661; tornando-se rei em 1668 sob a regência da sua mãe.

Rey_Carlos_II_de_España.jpg

Indolente e apagado mentalmente, deixou o governo nas mãos dos seus favoritos. Durante o seu reinado a Espanha acentuou a sua decadência, perdendo as províncias do Artois e do Franco-Condado, assim como várias praças da Flandres.

 

Por não ter herdeiros dos seus casamentos – o primeiro com Maria Luísa de Orleães (1662-1685) e o segundo com Maria Ana de Neuburgo (1667-1740) –, deixou o trono a Filipe de Anjou, neto de Luís XIV de França, cuja esposa, Maria Teresa, era meia irmã de Carlos II.

 

Foi o último Habsburgo a reinar em Espanha. Morreu em 1700.

Autoria e outros dados (tags, etc)

O Google Doodle deste sábado, dia 24 de novembro, homenageia o abade Charles-Michel de l'Épée no 306º aniversário do seu nascimento. Ele foi um educador francês que fundou a primeira escola pública para surdos.

pee_Charles-Michel_abbe_de_l_10_max.jpg

Dissipando o equívoco de que as pessoas com deficiência auditiva eram incapazes de aprender, Épée desenvolveu um método visual que se tornou o modelo para o ensino de surdos e que mudou inúmeras vidas numa época em que muitos surdos eram discriminados.

 

"Todo surdo-mudo enviado para nós já tem uma linguagem", escreveu Charles Michèle de l'Epée. "Ele tem o hábito de usá-lo e compreende os outros. Com ele, ele expressa suas necessidades, desejos, dúvidas, dores e assim por diante, e não comete erros quando os outros se expressam da mesma forma."

charles-michel-de-lpe-a2861693-9ba4-4d7b-97be-8187

Nascido em Versalhes, em 1712, Épée era filho de um arquiteto que estudou teologia e direito antes de dedicar sua vida a servir os pobres. Ele começou a ensinar duas irmãs surdas que viviam nas favelas de Paris e que se comunicavam através de sua própria linguagem de sinais.

 

Em 1760, ele usou sua própria herança para fundar o Instituto Nacional de Jovens Surdos de Paris, uma escola para surdos aberta a todos, independentemente de sua capacidade de pagamento.

 

A Assembleia Nacional Francesa acabou por reconhecê-lo como um "Benfeitor da Humanidade" e afirmou os direitos dos surdos sob a Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão da França. Sua escola passou a receber financiamento do governo e permanece aberta até hoje.

De modo a prestar tributo a um homem que ajudou os mais desfavorecidos e lutou para que os surdos fossem reconhecidos como seres humanos que merecem os mesmos direitos do resto da população, a Google resolveu homenagear Charles Michèle de l'Epée com um Doodle.

Autoria e outros dados (tags, etc)



calendário

Novembro 2018

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D