Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Há 20 anos atrás, dois doutorados pela Universidade de Stanford (EUA) lançaram um novo motor de busca com uma missão arrojada de organizar as informações do mundo e torná-las universalmente acessíveis e úteis. Embora muita coisa tenha mudado nos anos seguintes – atualmente a Google opera em mais de 150 idiomas e em mais de 190 países –, o site de pesquisas ainda se dedica a criar produtos para todos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Existem em todo o mundo cerca de 500 espécies de plantas carnívoras, o que significa que obtêm parte dos seus nutrientes de animais capturados ou presos através de um de vários processos engenhosos.

0-146.jpg

As plantas carnívoras abundam sobretudo em solos pantanosos ou perto de pauis ou pântanos, onde os animais que capturam contribuem para compensar a escassez de azoto. Uma exceção é a bolsa-de-pastor, que cresce em solo seco e rochoso e é especialmente vulgar em Portugal.

 

Como contêm clorofila, as plantas carnívoras fabricam alimento como outras plantas verdes. De facto, podem sobreviver sem consumirem animais, mas crescem com mais vigor e são mais saudáveis quando dispõem deste suplemento alimentar.

 

Todas as plantas carnívoras produzem flores, algumas de grande beleza. Só acidentalmente, porém, as flores ajudam a atrair vítimas – contudo, estas plantas dispõem de outros mecanismos para garantir a prossecução deste objetivo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Mesmo um glaciar que se desloque lentamente exerce um extraordinário efeito erosivo. O gelo arranca efetivamente fragmentos enormes de leito rochoso e transporta-os consigo à medida que desliza pela encosta.

Spegazzini_Glacier_Parque_Nacional_Los_Glaciares_P

Incorporados no glaciar, fragmentos de rocha e blocos exercem uma ação abrasiva como se fossem dentes de lima. Corroendo o leito rochoso, nivelam saliências e esculpem profundos entalhes e concavidades.

 

Os detritos podem eventualmente alcançar a frente do glaciar, onde são depositados, pelo gelo em fusão, em longos arcos de moreias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Embora estejam espalhadas por quase toda a América do Norte e Eurásia, as toupeiras raramente são vistas, pois passam a maior parte da vida no interior do solo.

021fig007 Talpa europaea 2.jpg

À medida que abrem galerias à procura de minhocas, larvas de insectos e presas semelhantes, as toupeiras «nadam» através do solo afastando a terra para o lado com as suas patas anteriores, munidas de garras poderosas.

 

Os seus focinhos sensíveis e órgãos de olfacto apurados parecem auxiliar grandemente os animais a orientarem-se na escuridão subterrânea.

 

O sentido da visão das toupeiras, pelo contrário, não é muito apurado. Os olhos, diminutos e em algumas espécies cobertos por pele, servem provavelmente apenas para distinguir a escuridão da luz.

Autoria e outros dados (tags, etc)

As erupções vulcânicas são justificadamente receadas. Têm cobrado um preço incalculável em vidas humanas e sofrimento, destruindo cidades inteiras e transformado vastas áreas em desertos. Contudo, as suas consequências revelam-se frequentemente benéficas.

image_content_1018834_20170928090124.jpg

Com o tempo, os materiais vulcânicos, ricos em minerais, alteram-se, transformando-se em solo fértil. A vegetação natural reaparece, e as populações voltam a habitar as áreas vulcânicas, a fim de lavrarem um solo que produz abundantes colheitas.

 

A lava e outras rochas vulcânicas são úteis materiais de construção para estradas e edifícios, e alguns antigos vulcões representam importantes fontes de enxofre e outros minerais valiosos.

 

Certos cientistas sugeriram até que a maior parte da água atualmente existente na Terra é o produto da condensação do vapor e outros gases que se escaparam de vulcões há biliões de anos.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Pág. 1/4



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D