Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Não é exagero afirmar que as vidas dos seres humanos dependem das plantas. Respiramos oxigénio libertado pelas plantas; alimentamo-nos de plantas e de animais que as consomem.

Costwolds-Inglaterra-England-3.jpg

De facto, aquilo a que chamamos civilização teve início há cerca de 10 000 anos, quando alguns povos primitivos aprenderam a arte de explorar com eficácia as plantas alimentícias.

 

Esses povos viviam na Mesopotâmia, na zona conhecida por Crescente Fértil. Aí, os caçadores nómadas descobriram que era possível semear gramíneas selvagens portadoras de sementes e colher os seus frutos.

 

O exemplo mais antigo de texto escrito descoberto por arqueólogos é uma placa de argila cozida desta área; nela, pictogramas, ou símbolos, registam vendas e pagamentos de impostos sobre cereais.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Jaime Marta Soares e a Comissão de Gestão do Sporting proibiram Bruno de Carvalho de ir aos núcleos do clube em ações de campanha, alegadamente por o ex-presidente estar suspenso preventivamente de sócio. Esta proibição representa uma total ilegalidade face aos estatutos do Sporting e também face ao bom senso. Bruno de Carvalho já respondeu a esta irregularidade.

img_770x433$2018_07_16_19_02_01_1424501.jpg

"Lamento mais este comunicado cheio de mentiras e com efeito nulo quanto à legalidade do que pretende exigir aos núcleos", começa por defender o futuro presidente do Sporting em comunicado.

 

"O Sporting CP não pode viver, através de pessoas que não foram eleitas pelos seus sócios, dias de total falta de democracia e desrespeito pela Lei e pelos sportinguistas. Os sportinguistas saberão impedi-lo. Tenho a certeza de que todos os candidatos vão ainda hoje repudiar o teor do mesmo pela sua crença nos valores como democracia, pluralidade de ideias e acesso a todos à informação", completou Bruno de Carvalho.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Cerca de duas semanas após a Assembleia Geral destitutiva, os nove jogadores que rescindiram contrato com o Sporting não voltaram atrás na sua decisão. Estranha essa situação, pois não era Bruno de Carvalho o problema? Se o Bruno saiu, porque não voltam? A explicação é simples: os atletas aproveitaram o que aconteceu em Alcochete para "se fazerem à vida". Sportinguistas de coração, pois claro.

naom_59fd95a776a2a.jpg

Toda a Imprensa dizia também que os jogadores tinham razão para justa causa, mas se assim é porque andam a negociar com a Comissão de Gestão a sua saída a bem? Para ajudarem o Sporting? É claro que não, eles apenas sabem que perderiam os processos de rescisão e também porque querem evitar toda a morosidade dos trâmites legais dos mesmos.

 

Resumindo: os jogadores não voltam ao Sporting, independentemente do Bruno estar lá ou não, e também temem perder os processos de rescisão. Ou seja, todo um filme que foi criado com um único objetivo: a saída de Bruno de Carvalho, com o patrocínio dos notáveis sportinguistas e da Imprensa inimiga do sucesso desportivo do clube.

Autoria e outros dados (tags, etc)

É interessante notar que todos os notáveis sportinguistas que hoje espalham na praça pública o ódio ao ex-presidente Bruno de Carvalho estavam na primeira linha de defesa às críticas da Imprensa há apenas alguns meses atrás. O que mudou?

naom_575352777dfe7.jpg

É preciso referir que os croquetes não têm os altos superiores interesses do Sporting Clube de Portugal como guia da sua atuação mediática. O objetivo é destruir quem tem o poder, para que eles próprios o possam obter. Nesse caso, porque não atacavam Bruno de Carvalho antes do post de Madrid?

 

A razão é porque nessa altura, antes da propaganda negativa da CMTV, Bruno de Carvalho tinha o apoio público de todos os sportinguistas, principalmente dos anónimos. Por causa disso, os croquetes não queriam atacar o presidente, para não ficarem isolados. No entanto, sempre odiaram Bruno de Carvalho, porque ele tinha o poder efetivo e principalmente porque era amado pela generalidade dos sportinguistas.

 

O que aconteceu foi que os croquetes aproveitaram um post infeliz do presidente e passaram a atacá-lo, porque sentirem que o mesmo tinha aparentemente perdido o apoio da massa associativa sportinguista. É tudo uma questão de poder, é tudo uma questão de que existem mais notáveis do que tachos para os mesmos.

 

Os sportinguistas que não se enganem: se Bruno de Carvalho não for eleito presidente a 8 de setembro, o próximo presidente passará pela mesma situação que este passou. Isto porque os croquetes não admitem que ninguém tenha poder, isto porque os notáveis querem todos tacho mas os mesmos não chegam para todos.

 

Bem lá no fundo, os croquetes não estavam com Bruno de Carvalho. Eles apenas o apoiavam porque não queriam ficar isolados, apenas o apoiavam porque a massa associativa estava com o presidente a 100%. Os notáveis só querem poder e tacho, nada mais do que isso!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Embora não possua esqueleto interno nem carapaça externa, a alforreca mantém a forma, o que em parte se deve ao facto de a sua massa gelatinosa se apresentar entretecida com fibras rígidas de tecido conjuntivo.

19908108262_dfa276e76f_b.jpg

Além do mais, as alforrecas mantêm-se rígidas porque se autobombeiam com água de modo semelhante a um barco pneumático, que fica rígido quando cheio de ar.

 

As anémonas e os vermes marinhos têm uma estrutura de tipo semelhante.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D