Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




A capacidade de reprodução é essencial a todas as formas de vida. Surpreendentemente, embora as espermatófitas, de modo geral, se reproduzam por meio de sementes, muitas delas propagam-se também segundo um processo totalmente diferente, conhecido por reprodução vegetativa.

plantas-735x400.jpg

Apresentando embora numerosas variações, este processo implica geralmente o crescimento de pequenas raízes e rebentos nas plantas já existentes. Ao longo do tempo, estas pequenas estruturas desenvolvem-se e transformam-se em novas plantas independentes.

 

De modo semelhante, muitas plantas que se reproduzem por meio de esporos em vez de sementes (os fetos, por exemplo) podem também propagar-se vegetativamente.

Autoria e outros dados (tags, etc)

As falésias marítimas começam geralmente como encostas íngremes que mergulham na água. Na primeira fase do seu desenvolvimento, a rebentação escava um entalhe pouco profundo ao longo da base da vertente. À medida que o entalhe se torna mais profundo, as rochas superiores aluem e forma-se uma falésia.

Falésias.jpg

Quando a composição das rochas é uniforme, forma-se uma longa linha reta de falésias. Mais frequentemente, porém, as rochas opõem diversos graus de resistência à erosão. As porções mais fracas das rochas desgastam-se rapidamente, e a costa torna-se dentada, com inúmeras grutas e enseadas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

A cor do céu deve-se a moléculas de gases existentes na própria atmosfera. A intensa luz branca do Sol é, na realidade, uma mistura de todas as cores do arco-íris, cada uma das quais tem o seu próprio comprimento de onda. As ondas vermelhas e amarelas são as mais longas; as azuis e violetas, as mais curtas.

clouds.jpg

O céu parece azul porque as moléculas de gás desviam, ou «dispersam», as ondas mais curtas mais acentuadamente do que as mais longas. As ondas azuis, mais curtas, são aleatoriamente espalhadas, mudando repetidamente de direção à medida que atravessam a atmosfera.

 

Enquanto as ondas de longo comprimento seguem uma trajetória praticamente reta a partir do Sol, as ondas azuis chegam-nos de todas as partes do céu, pelo que este parece azul.

Autoria e outros dados (tags, etc)



calendário

Junho 2018

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D