Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Cerca de 1100 a.C., os hipogeus dos faraós foram saqueados. Apanhados em flagrante, os ladrões conseguiram, porém, escapar ao castigo, porque, naqueles tempos conturbados, o caso foi objeto de rivalidades entre dois administradores da província de Tebas – o da margem direita e o da margem esquerda do Nilo.

plundering-pharaoh-theban-tomb-robbers-ken-welsh.j

Depois disto, não houve castigos nem torturas que conseguissem evitar o saque dos túmulos reais. Mas foi a estes antigos gatunos que Gaston Maspéro, arqueólogo francês, ficou a dever a descoberta das múmias da 21ª dinastia: em 1881, foi conduzido por um beduíno ao local onde se encontravam enterradas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Há cerca de 2000 anos, os Aborígenes australianos, instalados na grande ilha 30 000 anos antes, fabricam utensílios de pedra e de osso, domesticam o dingo, uma espécie de cão, e começam a organizar trocas a longa distância.

2bcb3f72334adb89efe8300e17bdf4bf.jpg

A partir do 1º milénio, a população aumenta. Vive agrupada em aldeias de cerca de 700 indivíduos, que constroem choças redondas, de pedra e colmo.

 

A vida religiosa organiza-se em torno de antiquíssimas cavernas de paredes pintadas e de alinhamentos de pedras erguidas, os «boras», que continuavam de pé quando o capitão Cook ali chegou, em 1770.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Djehuti, general de Tutmósis III, é o herói de um romance cuja ação se situa em 1475 a.C., quando de uma campanha na Síria.

348ff7e09f7f595cabeaedd5785b2e8f.jpg

Não conseguindo tomar a cidade de Joppé, onde estão prisioneiros soldados egípcios, o general Djehuti imagina uma astúcia comparável à do cavalo de Tróia.

 

Atrai o príncipe de Joppé para fora da cidade, prende-o e põe-lhe grilhetas nos pés. Em seguida, manda fechar 200 soldados em grandes cestos e ordena ao condutor do carro do príncipe que regresse à cidade, escoltado por soldados que transportam os cestos destinados à soberana, e que supostamente conteriam Djehuti, a esposa e os filhos, feitos prisioneiros.

 

As portas da cidade abrem-se, os soldados, armados de cordas e de estacas, saem dos cestos, libertam os seus camaradas e capturam os homens de Joppé.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Olhe entre a vegetação dos exuberantes jardins da Alemanha e poderá avistar um gnomo de jardim. O Google Doodle deste domingo celebra estas pequenas estátuas pelo seu grande papel na história alemã.

il_fullxfull.1076091410_mapj.jpg

As figuras de gnomos de jardim apareceram pela primeira vez na Anatólia do século XIII e ressurgiram na Itália do século XVI. O gnomo de jardim comum originou-se na Alemanha do século XIX na área da mineração da Turíngia. Aqui, os artesãos locais são responsáveis ​​pela criação manual dos gnomos como os conhecemos – com barbas desgrenhadas e chapéus pontiagudos.

 

Durante a Idade Média as pessoas acreditavam que os gnomos de jardim eram entidades reais. Alguns eram temidos, outros adorados. Essa crença foi-se perdendo com o tempo para se tornar apenas mitologia, mas antigamente os gnomos de jardim eram tão reais para as pessoas como as montanhas e as nuvens.

 

Impulsionado por mitos locais e pelo aumento do tempo de lazer, os gnomos começaram a encontrar casas em jardins em todo o país. Diz a lenda que eles protegem esses jardins e trazem boa sorte.

No Doodle interativo deste domingo, você aprenderá um pouco mais sobre como o humilde gnomo é criado. Em seguida, poderá inscrever-se num grupo de gnomos para ajudá-lo a decorar um jardim.

 

Veja como o jogo funciona: use sua fiel catapulta para lançar os gnomos de barro nos limites mais distantes do seu jardim. Quanto mais o seu gnomo viaja, mais flores você planta – e mais pontos ganha. Depois de aprender o básico, poderá escolher entre seis gnomos coloridos com diferentes formas, pesos e saltos. Tente cada um para ver qual deles viaja a maior distância para tornar o seu jardim o mais bonito de todos.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D